quarta-feira , 13 dezembro 2017
Home / Ceará / Viúva é presa por suspeita de participar da morte do marido

Viúva é presa por suspeita de participar da morte do marido

Ortenilda Maia Morais, de 29 anos, foi presa pela Polícia Civil do Ceará sob a suspeita de ter envolvimento na morte de seu marido, identificado como José Lacerda Ferreira Lima Júnior. O crime aconteceu na última segunda-feira (3), na residência do casal, no bairro Várzea Alegre, em Russas, a 165 quilômetros de Fortaleza.

O casal estava junto há 15 anos. Eles tinham três filhos.

De acordo com a Polícia, “Nilda”, como era conhecida, contou com a ajuda de Francisco Rodrigues Maciel, de 42 anos, amante da mulher e primo da vítima.

Ainda segundo informações policiais, ela confirmou que abriu a porta dos fundos da casa para que o suspeito entrasse e cometesse o crime. José Lacerda, que também tinha 29 anos, foi amarrado pelo criminoso e morto com uma facada no pescoço.

Francisco Rodrigues, com quem “Nilda” tinha um relacionamento extraconjugal há cerca de um ano, está foragido. A Polícia segue as buscas a fim de capturar o suspeito.

Mais detalhes

De acordo com a Polícia, foi Ortenilda que acionou as equipes de segurança. Ela tentou convencer os investigadores sobre sua versão dos fatos, mas não conseguiu. “Os policiais estranharam as versões contraditórias dela”, explicou o delegado Bruno Silva, titular da delegacia da cidade.

Ainda segundo o delegado, a mulher insinuou uma invasão à residência, mas não havia sinais de arrombamento nas portas e em poucas horas, a viúva passou de testemunha para suspeita e foi conduzida à unidade policial.

Em depoimento, ela persistiu na versão de que havia acontecido um arrombamento, mas após um tempo confessou envolvimento no crime. “Em suas declarações, “Nilda” afirma ter aberto a porta para o homicida de seu marido por volta de 00h30, e que foi embora cerca de uma hora depois. Durante o período do crime, um de seus filhos, com idades entre 01 e 10 anos, permaneceu em choro. Mas isso não teria abalado a mulher, que seguiu com o plano, segundo as investigações. Duas horas mais tarde, ela resolveu acionar a Polícia”, segundo nota da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS-CE).

Ela alega que o crime foi motivado por insatisfações de seu amante com supostas agressões feitas por seu marido contra ela. A mulher registrou Boletins de Ocorrência (BOs) nos anos de 2008 e 2012 por lesão corporal contra o companheiro.

Durante as buscas realizadas na casa, os policiais encontraram um pote com veneno popularmente conhecido como “chumbinho”. Conforme o delegado Bruno, exames periciais deverão indicar se a vítima ingeriu ou não o tóxico. Além da substância química, várias roupas sujas de sangue foram apreendidas na casa.

Fonte: CNews

Veja Também

Itapajé: Casal pratica dois assaltos no centro da cidade

Por volta das 20hs desta terça-feira, 08 de agosto, a Policia Militar de Itapajé tomou ...

Deixe uma resposta